Aos  69 anos, Carlos Dias dos Santos, o Panela, que empenhou R$ 4 milhões para salvar a usina centenária, está morando numa casa improvisada em baú de caminhão;

Da redação

A equipe do Canal VIU! foi à cidade de São Fidélis, no Norte Fluminense, e encontrou o maior credor da Usina Paraiso S.A., unidade industrial localizada em Campos dos Goytacazes, que já escapou da falência três vezes e que agora está em recuperação judicial.

Carlos Dias dos Santos, o Panela, de 69 anos, empenhou mais de R$ 4 milhões para salvar a safra de 2012. A garantia seria a produção e álcool, mas segundo ele, não foi restituído e tenta reaver o pagamento na justiça. A reportagem encontrou o credor vivendo em estado de aparente penúria, cozinhando em fogão de lenha.

VÍDEO: CANAL VIU!

Panela repassou à Usina toda a quantia que recebeu de indenização de uma seguradora. A transação, segundo ele, era uma compra futura de álcool. “Fui fornecedor da usina. Na época de Geraldo Coutinho (pai do atual diretor geral da usina, Geraldo Hayem Coutinho), eu vendia molas e recebia vales com garantias em álcool”, disse.

A situação da usina Paraíso e do credor está narrada na série Açúcar & Álcool, publicada no Portal VIU ONLINE. Já reportagem do Canal VIU! está disponível na página da revista no Youtube e será disponibilizada a partir desta quarta-feira (5) na página de VIU ONLINE, no Facebook.

*Agência VIU!

Comentários

comentários