18/08/2013 - 11:23:46

Igreja Batista abre as portas para ordenação de mulheres

*Agência NF Gospel

A psicóloga Damaris Silva de Oliveira, ou simplesmente pastora Damaris, como é mais conhecida, é a primeira mulher a assumir o Ministério Titular de uma Igreja Batista em Campos.

O presente de Deus, como ela mesma classifica, veio através de um convite e num mês especial, abril, o de seu aniversário, e exatamente no dia em que completou 50 anos. Ela conta que esperou nos últimos dez anos a ordenação para o ministério pastoral.  A resposta de Deus, segundo explica, veio em dezembro de 2011, após passar por todos os trâmites da Ordem dos Pastores Batistas da Planície. Hoje ela comanda a Igreja da Pelinca, bairro de classe média da cidade.

“O convite para assumir a Igreja da Pelinca foi um presente de Deus. Entendo que Deus chama pessoas, e as que Ele quer. Esperei dez anos para ser ordenada para o ministério pastoral. E só fui ordenada no momento em que a Ordem dos Pastores Batistas da Planície aceitou fazê-lo, passando por todos os trâmites exigidos pela Ordem dos pastores.”, disse à pastora que já prega o evangelho desde os 18 anos, tendo gravado alguns CDs e DVDs de mensagens. Damaris sempre trabalhou ao lado do marido, o pastor Hudson Padilha.


Em casa o apoio da família

 

Em casa, a pastora diz não ter tido nenhum tipo de dificuldade com a família. O marido a apoiou tanto no momento da ordenação quanto na hora de assumir a titularidade de uma igreja.

“Essa posição do meu marido foi uma confirmação, e muito forte. Ele me respeita como pessoa, e foi submisso à ordem do Pai Celestial”, frisou ela, acrescentando: “A família vem antes da igreja. Deus criou primeiro a família e depois a igreja. Antes de ser pastora, sou esposa, mãe, dona de casa, enfim. Preciso ser muito sábia para poder conciliar tudo. Creio que o Deus que chama também dá sabedoria para o exercício de Sua Obra”, disse a pastora, que também é professora.

Enquanto é a primeira em Campos, no Estado do Rio de Janeiro a pastora Damaris é a segunda mulher a assumir a titularidade de uma Igreja Batista. A pastora Zenilda Reggiani afirma em seu blog que já são mais de 140 pastoras.

“E acredito que muitas outras pastoras serão ordenadas porque Deus continua chamando mulheres e as igrejas têm aberto as portas para que elas possam exercer seus ministérios”.  Ela diz ainda que “a Convenção Batista Brasileira (CBB) aceita pastoras”, e lembra ter sido “aprovado em 1999, em Serra Negra (SP), um parecer em que a CBB reconhece que quem ordena pastoras (ou pastores) é a igreja”.

*Jornal VIU!

 

 
Ainda não há comentários para Igreja Batista abre as portas para ordenação de mulheres

Deixe seu comentário

Quantidade máxima de 350 caracteres

Veja também