Este post foi publicado em Política em por .

Os dias que antecedem a eleição do próximo domingo caminham para uma descida de tom entre os dois partidos que disputam a eleição presidencial. Depois de uma série de bombardeios verbais no horário de rádio e TV, as coordenações jurídicas do PT e PSDB, leia-se Dilma e Aécio, entraram em acordo hoje (22) para arquivar todas representações que foram protocoladas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Todas são referentes às eleições deste ano.

O acordo foi homologado por unanimidade pelos ministros do TSE. Com a decisão, as coligações comprometeram-se a priorizar o debate de ideias no espaço horário eleitoral. O entendimento reuniu os advogados das duas coligações após a decisão na qual o tribunal entendeu que a propaganda eleitoral não pode ser usada para ofensas pessoais.

O novo entendimento sobre a matéria, firmado na semana passada, provocou suspensões de trechos da propaganda de Dilma e Aécio. O último dia do horário eleitoral será sexta-feira (24). Também é a data limite para a divulgação da propaganda eleitoral paga na mídia escrita e para os debates. O último debate, por sinal, será na sexta-feira na TV Globo.

*Com informações da Agência Brasil

Este post foi publicado em Política em por .

Aecio BH

Aécio durante coletiva em Belo Horizonte: “Lula não é candidato e apequena sua biografia” | Foto: Orlando Brito/Divulgação

Aécio Neves, afirmou nesta quarta-feira (dia 22), em Belo Horizonte (MG), que “ignora” os ataques do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele diz que “a agressividade do petista é triste para sua biografia”.

“Só quem perde com isso é ele [Lula]. [O ex-presidente] apequena sua biografia com ataques torpes e absurdos”, disse reagindo às comparações feitas por Lula entre tucanos e nazistas.

Lula, durante comício no Recife, nesta quarta-feira, disse: “parece que estão agredindo a gente como os nazistas agrediam no tempo da Segunda Guerra”.

“O Lula não está disputando a eleição, apenas ignoro. Eu lamento apenas que um ex-presidente da República se permita cumprir um papel tão inexpressivo como esse que ele vem cumprindo no final dessa campanha eleitoral”, destacou.

Aécio disse ser vítima de ataques apócrifos em cartazes, jornais e outros materiais de campanha pelo país.

“Hoje mesmo são boletins e jornais apócrifos, anônimos, sendo distribuídos em todo o Brasil, exatamente dando a ideia de que nós poderíamos estar indo na direção da diminuição e do fim dos nossos programas sociais ou da privatização de bancos públicos”, afirmou.  

Este post foi publicado em Política em por .

Lula e Dilma em Recife

Lula e Dilma: comício no Centro de Recife reúne de 30 a 50 mil pessoas, segundo o jornal Diário de Pernambuco | Foto Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

O PT deu uma demonstração de força no Recife ao reunir entre 30 e 50 mil pessoas em uma campanha no Centro da capital de Pernambuco nesta quarta-feira, dia 22, segundo estimativas do jornal Diário de Pernambuco. A cidade tem uma representação simbólica nesta eleição. É a terra do ex-governador Eduardo Campos, morto em desastre aéreo no início da campanha e que foi substituído pela candidata Maria Silva, que apoia Aécio Neves. A família de Campos também apoia o candidato do PSDB.

“Quero começar dizendo que estou muito feliz de estar aqui. E quero dizer o seguinte: eu amo vocês”, afirmou a presidente Dilma Rousseff, acompanhada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A presidente foi recepcionada pela multidão na Praça da Independência. Lula e Dilma desfilaram em carro aberto, fizeram um percurso iniciado no Parque 13 de Maio, passando pela Rua do Hospício, avenidas Conde da Boa Vista e Guararapes.

Com bandeiras, camisas vermelhas, adesivos no peito e cantando os jingles da campanha, os militantes se espalharam pelas vias centrais e laterais do trajeto. Dilma ressaltou nunca ter visto um ato “tão alegre e carinhoso”. “Estou aqui no estado de homens e mulheres conscientes, lutadores que têm uma história política por trás”.

A cobertura do Diário de Pernambuco foi realizada pelas repórteres Rosália Rangel e Larissa Rodrigues.

Nos discursos, também não faltaram críticas aos governos do ex-presidente Fernando Henrique (PSDB) e ao candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves. Lula voltou a classificar o tucano de “filhinho de papai” e disse que os correligionários do PSDB tinham um comportamento dos “nazistas na Segunda Guerra”, devido às agressões contra os petistas. “Eles (tucanos) são intolerantes. Outro dia eu disse para eles que eram mais intolerantes que Herodes, que matou Jesus Cristo por medo de ele se tornar o homem que virou. Querem acabar com o PT. Eles querem acabar com a presidente Dilma”, disse Lula.

Este post foi publicado em Política em por .

cibilisviana

Cibilis recebendo o título de Cidadão de Porto Alegre das mãos da vereadora Neuza Canabarro, esposa do ex-governador Alceu Collares que também está na foto, junto com a então presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Maria Celeste | Foto: Tonico Álvares, de abril de 2007 – Arquivos do PDT-RJ

Um dos fundadores do PDT e ex-secretário nos governos Leonel Brizola, Cibilis da Rocha Viana morreu ontem (21), aos 94 anos, de falência múltipla dos órgãos no Rio de Janeiro. Viana foi chefe de gabinete dos governos do Rio Grande do Sul (na década de 1950) e do Rio de Janeiro (na década de 1980), além de ter sido um dos integrantes da Campanha da Legalidade de 1961, que garantiu a posse de João Goulart na Presidência da República.

Viana fundou o partido, junto com Brizola e outras 124 pessoas, em 1979. Em 1991, já no segundo governo de seu amigo no Estado do Rio, Viana acumulou os cargos de presidente do Banerj (antigo banco estadual do Rio) e secretário estadual da Fazenda

Na década de 50, como chefe de gabinete do Rio Grande do Sul, Viana contribuiu com políticas como a expropriação de empresas de energia e telefonia e foi um dos formuladores da política de reforma agrária.

Casado com Leda D’Avila Viana, Cibilis Viana era pai de três filhos, contador, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e autor de vários livros. Doutor em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ele escreveu e publicou os “A Dinâmica do Desenvolvimento Econômico”, “Estratégia do Desenvolvimento Brasileiro”, “Reformas de Base e a Política Nacionalista de Desenvolvimento”, “Teoria Geral da Contabilidade (dois volumes); “Compêndio de Contabilidade Geral”, “A Esperança Renovada” e “Passo do Araçá”. O corpo está sendo velado na Capela 5 do Memorial do Carmo, no Caju, será cremado às 17h.

Com a morte de Cibilis Vianna, o ex-deputado José Maurício Linhares (PSB) passa ser o único signatário da Carta de Lisboa (que desafiou a ditadura militar) que está vivo. O senador Pedro Simon (PMDB-RS), que chegou assinar a carta e marcar viagem à cidade portuguesa em solidariedade ao ex-governador Brizola, desistiu temer perseguições do governo militar.

Este post foi publicado em Política em por .

Pesquisa Datafolha divulgada hoje (22) mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 47% das intenções de votos. Aécio Neves, do PSDB, tem 43%. Considerando a margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, os dois seguem tecnicamente empatados. Na pesquisa anterior, Dilma tinha 46% e Aécio, 43%.

Votos brancos e nulos somam 6%, enquanto 4% ainda estão indecisos. Considerados os votos válidos (excluindo-se os brancos, nulos e de indecisos), Dilma tem 52% e Aécio, 48%, o que também configura empate técnico dentro da margem de erro. No levantamento anterior, os índices dos candidatos eram os mesmos – 52% e 48%, respectivamente.

O levantamento detectou aumento do interesse da população pela disputa: 50% dos entrevistados dizem ter grande interesse pela eleição. No fim de agosto, eram 39%.

Contratada pelo jornal Folha de S.Paulo, a pesquisa Datafolha ouviu 4.355 eleitores nesta terça-feira (21) em 256 municípios brasileiros. O nível de confiança é 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01160/2014.

No primeiro turno, Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves recebeu 33,55%. O segundo turno das eleições presidenciais será no próximo domingo (26).

*Com informações da Agência Brasil

Este post foi publicado em Economia em por .

*Por Sergio Barreto Motta | Via Monitor Mercantil

Um dos melhores projetos do falido Eike Batista é o Porto do Açu, no Norte Fluminense. No entanto, o empreendimento está com problemas. O píer, que avança pelo mar, está muito bem, o que beneficia a concessionária Anglo American – só que o preço do minério de ferro está baixo.

Na parte interna, Eike bolou um sistema revolucionário de canais, mas que não está indo bem. Não foram construídas as termelétricas a carvão e, com isso, as nove empresas que operam no local são obrigadas a usar geradores – o que implica custo enorme. Também falta água, o que leva as empresas a terem de contratar caminhões-pipa.

Há ainda outra questão: a água do Rio Paraíba entra pelos canais, mas gera assoreamento, que tem alto custo para desimpedir os canais. O sistema de canais seria excelente, ao permitir que empresas tenham a sua frente um cais para exportar ou vender para o mercado interno, mas o assoreamento, somado a falta de luz e água, dificulta a operação. Estão lá, entre outras, Technip, Wartsila e BP.

Internauta explica

* Por José Carlos Ribeiro 

O principal problema do Porto do Açú, é que lá não encosta Navios de Minérios, só tem 12 m de calado. Eike p/ conseguir investidores, prometeu dragar p/ 26 m e/ou fazer um Canal de Acesso até Alto-Mar p/ permitir que “Navios de Minério que calam 26 m pudessem atracar p/ carregar. Isso será impossível pois lá é um Cemitério de Navios ao Norte do Banco de S. Tomé c/ águas revoltas e areia em suspensão. Se fizerem Canal de Acesso será totalmente assoreado na primeira Ressaca c/ ventos do quadrante Sul.

Nota do Blog: A única salvação para este empreendimento é transformá-lo em base de apoio as plataformas de petróleo da Bacia de Campos. As condições estruturais não permitem o atracamento de navios projetados para grandes calados, no caso, que transportam minérios. Eles teriam que atracar a uma distância de 50 quilômetros do porto. Isso é inviável! Somente navios de pequeno e médio porte. Portanto, o destino do Porto está nas mãos da Petrobras. O porto do Açu operando como base operacional das plataformas inviabilizaria o Porto do Barreto, em Macaé.

Este post foi publicado em Cidades em por .

A prefeitura de Natividade, no Noroeste Fluminense, está equiparando o salário dos médicos com o piso próximo ao dos trabalhadores domésticos. Em concurso aberto para jornada de 20 horas semanais, a prefeitura está oferecendo um piso de R$ 1.527,26. O certame é para profissionais especializados em medicina do trabalho.

Só que o piso previsto pela Federação dos Médicos é de R$ 10.991,19 para uma jornada de 40 horas semanais. O Conselho Regional de Medicina reagiu à tentativa de arrocho. Publicou uma nota oficial em seu site recomendando aos profissionais que boicotem o concurso.

Este post foi publicado em Economia em por .

*Por Diego Amorim | Via Correio Braziliense

PetrobrasEnvolvida em uma série de denúncias de corrupção, a Petrobras — maior empresa da América Latina — teve sua nota de crédito rebaixada nesta terça-feira (21/10) pela Moody’s, uma das principais agências de classificação de risco do mundo.

A nota atribuída a ela — atrelada à credibilidade dos negócios — caiu de BAA1 para BAA2, mantendo a estatal dois degraus acima do nível especulativo. A Moody’s manteve a perspectiva negativa para a companhia, devido ao elevado endividamento e pressionada pelos preços do petróleo e o câmbio.

Ainda segundo a agência, a “alta alavancagem” da Petrobras, principal motivo para a redução da nota, só deverá cair de forma significativa “bem depois de 2016″.

A Moody’s estima a dívida da Petrobras, em junho deste ano, em US$ 170 bilhões, valor que representaria um aumento de US$ 25 bilhões em relação a dezembro de 2013.

A nota de crédito das empresas é usada como referência por investidores internacionais.

Nos Estados Unidos, o investidor Jim Chanos, um dos pioneiros do setor de fundos de hedge (investimento de altíssimo risco), fez duras declarações em relação à Petrobras. “A Petrobras é uma armação e não uma ação”, afirmou ele, em entrevista à Bloomberg.

Este post foi publicado em Política em por .

*Por Paulo Renato Porto | Via Facebook

Paulo Renato PortoÉ impressionante o terrorismo que buscam criar os jornalões e revistas das famílias Marinho, Frias, Mesquita e Civitta, ao criar um espantalho em torno da figura da presidente Dilma, noticiando com estardalhaço os movimentos dos mercados e bolsas, em caso de uma vitória da petista.

Só falta repetir as mesmas ameaças do Mário Amato quando Lula foi eleito pela primeira vez, quando o então “capitão” da Fiesp afirmou que os empresários migrariam do país caso o ex-metalúrgico chegasse à presidência.

Os tucanos se preocupam em demasia com o vai e vem dos grandes negócios na atual estrutura do sistema capitalista, onde se inclui as bolsas. Mas dentro da lógica que potencializa o papel do capital em seu atual estado (perverso) num país periférico, mas que não promove distribuição de riqueza, mas condicionado a operar de forma subalterna, ao sabor dos interesses das grandes potências capitalistas.

Nos países de primeiro mundo, onde as desigualdades não são tão brutais, as bolsas podem representar um indicador da saúde da economia como elemento de redistribuição de renda ou de riqueza, inclusive com maiores oportunidades de investimento para pequenos investidores. Aqui, não. O trabalhador não tem Saúde pública, então paga ao setor privado; não tem educação, tem que pagar também, e por aí vai… Com que dinheiro ele pode investir em ações num sistema mais pulverizado com as migalhas que sobram em suas economias no fim do mês?

Este post foi publicado em Política Norte Fluminense em por .

O Ministério do Trabalho aprovou a criação do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Carapebus, no Norte Fluminense. A autorização está publicada na edição desta terça-feira, dia 21, do Diário Oficial da União.

A mesma publicação estabelece um prazo de 60 dias para que o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Quissamã exclua Carapebus da sua territorialidade. Para os servidores medida representa a tão sonhada autonomia. Para o sindicato de Quissamã o enfraquecimento. É a entidade sindical mais tresloucada do país.

Não custa lembrar que já existem denúncias junto a Justiça do Trabalho sobre os procedimentos inusitados que regem o sindicato de Quissamã. As eleições são realizadas sempre às vésperas de natal e a posse na véspera de ano novo.  Sem contar que a entidade funciona como um satélite do prefeito Octávio Carneiro (PP). É contra toda e qualquer manifestação contra o governo municipal.